Banner Colégio

Curso Técnico em Cervejaria

Voltar

Sobre o curso

Curso Técnico em Cervejaria - Colégio Imperatriz

 O Curso Técnico em Cervejaria do Colégio Imperatriz, único no Estado do Paraná, foi fundamentado dentro de uma perspectiva de formação integral que atenda o educando em todas as dimensões: econômica, política, social e cultural.

 O Curso está organizado para atender as necessidades e demandas técnicas regionais, além de estar em sintonia com o mercado cervejeiro, em expansão.

 A estrutura física, incluindo os laboratórios e o campo didático experimental, do Colégio Imperatriz, assim como laboratório central da Cooperativa Agrária; as dependências da Fundação Agrária de Pesquisa Agropecuária, da Maltaria, da Cervejaria Experimental da Cooperativa, além de Cervejarias e outras instituições parceiras, estão à disposição de docentes e alunos para o desenvolvimento da prática profissional.

 A disponibilidade de toda essa estrutura possibilita aos alunos uma formação diferenciada, conhecendo e compreendendo todo o processo do Campo ao Copo.

Informações


Carga horária do curso

1374h

Carga horária do estágio

150h

Duração e Funcionamento

Aulas de segunda a sexta-feira, em período integral.

Início das aulas

07/02/2022

Certificação

Diploma de Técnico em Cervejaria e Certificado de Mestre Cervejeiro


Contatos:

(42) 3625-8356

Inscreva-se

Informações


Carga horária do curso

1374h

Carga horária do estágio

150h

Duração e Funcionamento

Aulas de segunda a sexta-feira, em período integral.

Início das aulas

03/02/2021

Certificação

Diploma de Técnico em Cervejaria e Certificado de Mestre Cervejeiro


Contatos:

(42) 3625-8356

Inscreva-se

O aluno, para cursar o CTC do CI, deve:

Ser maior de 18 anos;

Ter concluído o Ensino Médio;

Ser aprovado em processo classificador (o processo contempla provas de conhecimentos específicos, conhecimentos gerais e entrevista);

Apresentar o certificado de conclusão ou histórico escolar, conforme exigido, e demais documentações solicitadas para efetivação da matrícula.

O curso é ofertado em período integral de segunda a sexta-feira, com aulas de 60min de duração, intercalando aulas teóricas e práticas.

A grade está distribuída em módulos, totalizando 7 módulos. O curso tem duração de 12 meses, incluindo formação e estágio.

O estágio supervisionado obrigatório contempla 150h que devem ser cumpridas ao final do curso por meio de atividades de estágio na própria mantenedora instituidora do colégio ou em entidades parceiras à instituição, inclusive no exterior.

As atividades complementares somam 24h e são comprovadas por meio de certificados de participação

Para o desenvolvimento da prática profissional do CTC, a instituição conta com as dependências do Colégio Imperatriz, seus laboratórios e seu Campo Didático-Experimental; do laboratório central da Cooperativa Agrária; das dependências da Fundação Agrária de Pesquisa Agropecuária, da Maltaria, da Cervejaria Experimental da Cooperativa, além de Cervejarias e outras instituições parceiras do Colégio Imperatriz.

Toda essa estrutura disponível possibilita aos nossos alunos receber uma formação diferenciada, conhecendo o processo do Campo ao Copo

O curso desenvolve-se por módulos em que a sistemática de avaliação ocorre por disciplina do módulo ofertado. O sistema de avaliação dá-se pela atribuição de conceitos de acordo com o desempenho do aluno no atingimento dos objetivos dos componentes curriculares. Para obter aprovação no módulo, o aluno deve ter alcançado o conceito A, B ou C em todas as disciplinas.

A Avaliação da disciplina será composta por provas, trabalhos, seminários, aulas práticas, relatórios de aulas práticas e demais instrumentos avaliativos, consolidados entre docente e coordenação.

O conceito da disciplina será composto pela Avaliação da Disciplina e a Avaliação Integrada do Módulo. Em caso de não atingimento do conceito desejado o aluno poderá participar da Avaliação de Recuperação e da Avaliação Substitutiva.

Todos os modelos de avaliação ofertados preveem a interdisciplinaridade e a formação de um profissional com visão de todo o processo de produção cervejeira.

O trabalho das competências e habilidades específicas de sua área de formação devem permitir ao técnico desenvolver com segurança suas atribuições profissionais e lidar com contextos caracterizados por mudanças, competitividade, necessidade permanente de aprendizagem, revisão de posições e práticas, desenvolvimento e ativação de valores, atitudes e crenças, sempre pautados na sustentabilidade de suas atividades e na preservação do meio ambiente.

Por isso, o CI prevê ao aluno que concluir o Curso Técnico em Cervejaria as seguintes competências gerais:

1. Coordenar atividades de produção de cervejas, aquisição e manutenção de equipamentos.

2. Desenvolver técnicas mercadológicas de produtos e insumos para a indústria cervejeira e promove a inovação tecnológica.

3. Supervisionar atividades de fabricação de cervejas, moagem do malte, maceração, filtração, fervura, decantação e resfriamento do mosto, fermentação, maturação, filtração e envasamento do produto.

4. Executar o controle físico, químico e microbiológico das indústrias cervejeiras.

5. Realizar análises químicas, físicas, biológicas e sensoriais.

As inscrições para o processo de seleção do CTC são disponibilizadas no site do colégio a partir de setembro do ano vigente.

São apenas 30 vagas para o curso, com início das aulas previsto para fevereiro do ano seguinte.

O processo de seleção possui duas etapas: prova teórica de conhecimentos e entrevista do candidato.

As inscrições para o processo de seleção do Curso Técnico Cervejeiro, turma 2022, iniciam em 01/09/2021.

Maiores informações e o link de inscrição estarão disponíveis aqui, a partir de 01/09/2021.

A matrícula é anual, com ingresso no início do ano.

Diferenciais

O curso é ofertado em período integral de segunda a sexta-feira, com aulas de 60min de duração, intercalando aulas teóricas e práticas.

A grade está distribuída em módulos, totalizando 7 módulos. O curso tem duração de 12 meses, incluindo formação e estágio.

O estágio supervisionado obrigatório contempla 150h que devem ser cumpridas ao final do curso por meio de atividades de estágio na própria mantenedora instituidora do colégio ou em entidades parceiras à instituição, inclusive no exterior.

Diferenciais Curso Técnico em Cervejaria

Assista ao vídeo e conheça um pouco mais sobre o universo cervejeiro do Colégio Imperatriz

Cadastre-se em nossa newsletter e fique por dentro das novidades!

Professores


Alexander Robert Schwarz

Alexander Robert Schwarz

Bacharel e Licenciado em Biologia pela PUC, Paraná. Pós-graduado em Gestão Ambiental pela UNOESC/Campos Novos. Mestre Cervejeiro pela Doemens Akademie/Alemanha. Biersommelier pela Doemens Akademie/Alemanha. Mestre Destilador pela Escola Superior de Cerveja e Malte. 15 Anos de atuação no mercado cervejeiro. Experiência como coordenador comercial de malte. Gerente de contas cervejarias na empresa Prozyn/SP (atuação com adjuvantes e coadjuvantes cervejeiros) e gerente de processo de produção corporativo no Grupo Petrópolis (atuação na gestão da matéria prima malte). Atualmente, mestre cervejeiro encarregado pela Cervejaria Experimental da Cooperativa Agrária Agroindustrial.
Alexander Weckl

Alexander Weckl

Graduado em Administração pela FAE Business School. Médico Veterinário pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Mestre Cervejeiro pela VLB Berlin, Biersommelier pela Doemens Academy. Experiência em assistência técnica para cervejarias e julgamento de cervejas nacional e internacionalmente. Atualmente trabalha como Especialista de Mercado na Agrária Malte e como mestre cervejeiro na Cervejaria Suábia.
André Luis Dorner

André Luis Dorner

Graduação em Engenharia Eletro Eletrônica pela Faculdade de Engenharia de Sorocaba - (FACENS), 1999. Mestrado em Servo Mecanismos (POLI-USP-SP) e cursando MBA em Gerenciamento de Projetos pela Universidade de Cumbria-SW (Remoto noturno). Engenheiro de Automação Industrial (incluindo Elétrico e eletrônico) com a carreira desenvolvida na área de Desenvolvimento de Soluções e de Gestão de projetos em empresas como Schincariol, Brasil Kirin, Krones, Ambev e Avibrás Aeroespacial entre outras. Tecnólogo em Cervejaria na Escola Senai de Cervejaria de Vassouras, 2014. Possui conhecimentos no processo de fabricação, envasamento, beneficiamento e adegas. Experiência na Krones (fabricante de máquinas e processos) e docente na Escola de Cervejaria Senai em Vassouras-RJ. Possuo também amplo conhecimento nas boas práticas e metodologias de Gestão de Projetos (TPM, Scrum, Lean Manufacturing, Siemens Technomatix 2D e 3D, Project (MS & Spider) abrangendo planejamentos (escopo, cronograma, custos, qualidade, comunicação, aquisições), gestão de investimentos (CAPEX) e com foco nos mais variados tipos de projetos como inovação, novos produtos, redução de custos, aumento de produtividade, construções e instalações industriais. Além de experiência em gestão de equipes multifuncionais (times de projetos).
Carla Daiane Leite

Carla Daiane Leite

Engenheira Agrônoma e Mestre em Produção Vegetal pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO). Doutora em Produção Vegetal pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Tem experiência em atividades de docência, de pesquisa, de extensão, de laboratório e de sistema de gestão da qualidade de laboratório. Trabalhou no Laboratório Central da Cooperativa Agraria, no Ministério da Agricultura e na UNICENTRO. Atualmente é professor de Laboratório do Curso Técnico Cervejeiro do Colégio Imperatriz.
Claudinei Cerconi

Claudinei Cerconi

Graduado em FÍSICA pela Universidade Estadual do Centro Oeste - UNICENTRO, PR. Especialista em Educação à Distância pela FTC. Mestre em Química Aplicada - Nano compósitos pela UNICENTRO, PR. Doutorando em Química Aplicada - Biomateriais pela Unicentro. Professor no Colégio Imperatriz, atuando na disciplina de Física, desde 2004. Atua também como professor no Ensino Superior, para cursos de Engenharia Elétrica, Civil, Produção e Mecânica, ministrando aulas de Física, Ciência e Tecnologia dos Materiais, Fenômenos de Transportes e Termodinâmica, Mecânica dos Fluídos, Ondas e Propagação, Eletromagnetismo e Cálculo, desde 2009.
Crislane Brazil

Crislane Brazil

Graduada em Engenharia de Alimentos pela Universidade Estadual do Centro Oeste - UNICENTRO (2005). Pós-graduada em Gestão da Qualidade em Alimentos Cosméticos e Medicamentos pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2009). Mestre em Tecnologia de Alimentos pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (2015). Mestre Cervejeira pelo VLB - Berlin (2017). Experiência na fabricação de malte com atuação em produção e gestão da qualidade desde 2005. Atuação como malteira em uma das plantas da Agrária Malte desde 2017.
Daniele Luciana de Lima

Daniele Luciana de Lima

Graduada em Ciências biológicas (UNICENTRO) e Mestre em Ciências biológicas - Biologia molecular (UNICENTRO), atualmente cursando especialização em Microbiologia de alimentos e processos (UNICAMP). Responsável pelos laboratórios de Águas e efluentes e Biologia Molecular na Cooperativa Agrária e coordenadora do PEP - Agrária na matriz Sementes de Soja.
Atua como docente Pós-graduação em Tecnologia de sementes no Centro Universitário Campo Real. Possui 11 anos de experiência em laboratório, atuando no controle de qualidade de laboratório e responsável pela implantação e auditoria nas normas ABNT ISO/IEC 17025 e 17043.
Fábio Bax Junior

Fábio Bax Junior

Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal de Lavras/MG e Mestre em Tecnologia de Cerveja e Malte pela Universidad Politécnica de Madrid. Gestor responsável pela área de P&D Especialidades da Prozyn em São Paulo/SP (com foco em Cervejaria, Bebidas, Etanol e Modificação Proteica), bem como das áreas de Aplicação para Cervejaria e Bebidas no Centro de Desenvolvimento e Aplicação de Ingredientes (Idea Labs) da Ingredion Brasil, em Mogi-Guaçu/SP, prestando suporte técnico a clientes na América do Sul e outras regiões do mundo. Foi Coordenador do Comitê Técnico da Associação Brasileira de Bebidas (ABRABE), atuou como Gerente de P&D para Produtos Alcoólicos e Gerente de Produção na Cervejaria Schincariol - Brasil Kirin (Baden/Eisenbahn & Devassa), e também como Gerente de Vendas Técnicas na Novozymes Latin America, além de Especialista Industrial e Mestre Cervejeiro na Cervejaria AB-InBev AmBev, onde ele iniciou sua carreira.
Fábio Teleginski

Fábio Teleginski

Engenheiro de Alimentos pela Universidade Estadual do Centro Oeste - UNICENTRO, PR. MBA em Gestão estratégica e o Agronegócio pelo ISAE. Técnico Especial em Cervejaria pelo SENAI - Vassouras. Beer Sommelier pelo Instituto da Cerveja - ICB e Mestre Cervejeiro pela Versuchs und Lehranstalt für Brauerei em Berlin (VLB), Alemanha. Trabalha há mais de 15 anos na Cooperativa Agrária Agroindustrial, ocupa o cargo de Especialista de Mercado na área comercial técnica, atua em conjunto com cervejarias em soluções de problemas em produção de cervejas, na melhoria e desenvolvimento de novos produtos.
Frank Nohel

Frank Nohel

Mestre Cervejeiro pela Universidade Técnica de Munique (TUM) - Weihenstephan, Alemanha. 17 anos na Companhia Cervejaria Brahma como malteiro, gerente de produção e gerente industrial. Atuou durante 26 anos na Cooperativa Agrária Agroindustrial como coordenador da maltaria e gerente do negócio malte. Há 3 anos na Agrária como consultor na área de malteação.
Gleison Lins Stumpf

Gleison Lins Stumpf

Graduado em Engenharia Ambiental pela Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO (2008). Especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho pela Pontifícia Universidade Católica (2012). Mestre em Engenharia Sanitária e Ambiental pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (2016). Tem experiência na área de Engenharia Sanitária, com ênfase em Legislação Ambiental. Atualmente atua como Engenheiro de Segurança do Trabalho, na Cooperativa Agrária Agroindustrial.
Hebert Maciel Henschel

Hebert Maciel Henschel

Bacharel em Química pela Universidade Estadual do Centro Oeste - UNICENTRO - PR, (2014). Analista do Laboratório de Cevada, Malte e Malteação Piloto na Cooperativa Agrária Agroindustrial, de 2014 a 2019. Auditor interno nas normas ISO/IEC 17025 e ISO/IEC 17043. Responsável pela implantação do Laboratório de Cerveja. Atualmente, Analista do Laboratório Guarapuava na Cooperativa Agrária Agroindustrial e Responsável Técnico do Laboratório Central e Laboratório Guarapuava para a Área da Química, desde 2019.
Honorato Pradel Neto

Honorato Pradel Neto

Graduação em Zootecnia pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1986), graduação em licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Salgado de Oliveira (2004). Possui mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2007), especialização em Docência do Ensino Superior pela Universidade Cândido Mendes (2004). Foi professor de Tecnologia de Produção de Cervejas no curso de pós graduação em Tecnologia Cervejeira da Escola Superior de Cerveja e Malte em Blumenau-SC. Foi coordenador de processo de fabricação de cervejas no Grupo Petrópolis (Cervejaria Itaipava). Foi docente e técnico em educação profissional - SENAI - Departamento Regional do Rio de Janeiro onde atuou como Professor e Coordenador dos Cursos Técnicos em Cervejaria, Controle de Qualidade de Alimentos e Processamento de Carnes e Derivados. Tem experiência em indústrias de alimentos (laticínios) e de bebidas (cervejas, refrigerantes e águas minerais) atuando em implantação de unidades fabris, pesquisa e desenvolvimento de produtos e embalagens, controle de qualidade, planejamento e gestão de processos produtivos e implantação de ferramentas da qualidade como TPM, ISO 9001, ISO 17025, ISO 2200, BPF e APPCC.
Jéssia Carneiro de Mello

Jéssia Carneiro de Mello

Engenheira de Alimentos pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Mestre em Ciência e Tecnologia de Alimentos pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) de Londrina. Especialista em Gestão de Qualidade em Produtos e Processos pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR. De 2010 a 2019, atuou na área de produção de alimentos à base de cereais, tanto no controle de procedimentos operacionais, quanto na gestão dos programas relacionados com segurança de alimentos e certificações, como a ISO 22000 e FSSC 22000 (Food Safety System Certification). Desde 2020, atua como especialista de controle de qualidade de grãos e cereais.
José Acir da Luz

José Acir da Luz

Graduando em Química, Universidade Estadual do Centro Oeste (Unicentro). Responsável pelo laboratório de cevada e malte e gerenciamento da qualidade da Cooperativa Agrária Agroindustrial.
José Gonçalves Antunes

José Gonçalves Antunes

Graduado em Engenharia Química pela Escola de Química da UFRJ (1996); Mestre em Processos Químicos e Bioquímicos pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1997); colabora para o Sistema Firjan como Especialista em Serviços Tecnológicos do Centro de Tecnologia SENAI Alimentos e Bebidas, atuando em serviços especializados, consultorias e na formação de profissionais para a indústria. Coordenou projetos de empresas como: Basf, Novozymes, Ingredion, Cia. Muller de Bebidas, entre outras. Possui 18 anos de experiência profissional na área cervejeira e de bebidas não alcóolicas. Atua como docente de cursos técnicos de cervejaria onde ministra disciplinas referentes a matérias-primas cervejeiras, leveduras cervejeiras, fermentação e maturação. Coordena o conteúdo tecnológico do curso Food Safety, ministrado na Coca-Cola Company. Participação em eventos de cunho tecnológico, como palestrante, representando o Centro de Tecnologia SENAI-RJ Alimentos e Bebidas, como o Congresso Técnico Internacional, organizado pela Cooperativa Agrária (2019 e 2020), o 5° Simpósio Latino Americano de Cevada e Malte (2015), Campinas/SP, o Mondial da La Bierè (2014), Rio de Janeiro/RJ, o 4° Simpósio Latino Americano de Cevada e Malte (2013), Buenos Aires, o 15º Simpósio Nacional de Bioprocessos (2005), Recife/PE e o Simpósio Brasil Brasil Brau (2003), Florianópolis/SC.
Leonardo Morelatto

Leonardo Morelatto

Graduado em Engenharia de Controle e Automação pelo Centro Universitário Assis Gurgacz, Brasil (2010). Atuou como Instrutor Técnico SENAI, e professor na Faculdades Guarapuava, UNIGUA, Brasil. Atualmente, atua como Especialista em Automação da Cooperativa Agrária Agroindustrial.
Ludmilla Torres Antoniazzi

Ludmilla Torres Antoniazzi

Engenheira de Alimentos pela Universidade Estadual do Centro Oeste - UNICENTRO, PR, com um ano de estudos na Universidade de Lleida, na Espanha. Beer Sommelière pelo Instituto da Cerveja Brasil. Mestre Cervejeira pela VLB Berlin, Alemanha. Trabalha na Cooperativa Agrária desde 2014, onde iniciou como Trainee de Processos. Foi responsável pela área de qualidade assegurada da Agrária Grits e Flakes e, atualmente, ocupa o cargo de Especialista de Mercado Agrária Malte.
Marcelo Calide Barga

Marcelo Calide Barga

Graduação em Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia, mestre na área de Engenharia de Processos Térmicos e Químicos de Processos Fermentativos. Experiência em pesquisa e desenvolvimento de leveduras desde 2005 para produção de bebidas e etanol combustível. Atualmente é sócio administrador na empresa Bio4 - Soluções Biotecnológicas desde 2008.
Marines Steinmetz

Marines Steinmetz

Graduação em Química Bacharel pela Universidade Estadual do Centro Oeste (UNICENTRO), 2016. Mestre em Química Aplicada pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), 2018. Técnica em Química pelo Colégio Imperatriz Dona Leopoldina, 2013. Pós-graduanda em Gestão de Processos e Qualidade pela Uninter EAD, 2021. Atualmente trabalha na Cooperativa Agrária como laboratorista nos laboratórios de cevada, malte e cerveja.
Marlon Schlafner

Marlon Schlafner

Graduado em Agronomia pela PUC, Paraná. Bacharel em Administração e Pós-Graduação em Administração e Finanças, pela FAE Centro Universitário, Paraná. Mestre Cervejeiro pela TU Berlim, Alemanha. Desde 2008, atua como Malteiro Especialista na Cooperativa Agrária Agroindustrial.
Noemir Antoniazzi

Noemir Antoniazzi

Engenheiro agrônomo pela Universidade de Passo Fundo, RS (1983), Especialista em melhoramento de plantas no CIMYT/ICARDA do México (1994). Mestre em Agronomia (Produção Vegetal) pela Universidade Federal do Paraná (2005). Experiência como pesquisador no melhoramento genético de milho (antiga Cyba Geige, hoje syngenta seeds); pesquisador da Cervejaria Kaiser S.A., com melhoramento genético de cevada cervejeira na região dos cerrados do brasil central; pesquisador da Antarctica paulista como melhorista genético de cevada cervejeira e melhoramento genético de guaraná; chefe de pesquisa e experimentação da Antarctica paulista, a nível nacional. Desde 2000 atua como pesquisador da FAPA - Fundação Agrária de Pesquisa Agropecuária, desenvolvendo trabalhos de melhoramento genético, experimentação agrícola e práticas de manejo nas culturas de cevada cervejeira.
Patrick Gumpl

Patrick Gumpl

Engenheiro Eletricista pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Graduado como Mestre Cervejeiro [Diplom-Braumeister] pela Universidade Técnica de Munique (TUM) - Weihenstephan, Alemanha. Cursando pós-graduação em Pós-Colheita de Grãos pelo Centro Universitário Filadélfia (UNIFIL). Malteiro na Cooperativa Agrária desde 2016, com foco em cevada e produção de malte.
Renato Bortolone Bocchi

Renato Bortolone Bocchi

Engenheiro Químico graduado pela Universidade Estadual de Maringá, Paraná. MBA em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas. Possui consolidada experiência em engenharia e gestão de processos industriais, atuando em setores como Celulose e Papel, Açúcar e Bioenergia e produção de alimentos. Em sua área de atuação, tem como principal especialidade a gestão e produção de Utilidades, englobando os processos de Tratamento de Água e fluentes industriais, produção de energia térmica, ar comprimido e refrigeração industrial.
Robertson Wolf

Robertson Wolf

Graduado em Ciências Ambientais pela Associação de Ensino Novo Ateneu, Brasil (2006). Bolsista colaborador do LEMMA - Laboratório de Estudos em Monitoramento e Modelagem Ambiental da UFPR, realizando monitoramento da Qualidade do Ar no entorno da Linha Verde (projeto firmado entre a UFPR e a Prefeitura Municipal de Curitiba), na REPAR - Refinaria Presidente Getúlio Vargas (projeto firmado entre a UFPR e a Petrobras) e monitoramento micrometeorológico. Desde 2011, atua na Cooperativa Agrária Agroindustrial, com as atividades de Licenciamento Ambiental das unidades industriais e cereais; Implementação da ISO 9001 e 14001; Gestor de pacote orçamentário; Green Belt.
Rodrigo Matter

Rodrigo Matter

Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Santa Maria - UFSM (2006). MBA em Engenharia da Produção Agroindustrial pela Estação Business School (2007) e Curso de Aperfeiçoamento em Marketing de Varejo pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (2009). Mais de 13 anos de experiência na área de Marketing no agronegócio. Há 5 anos trabalha como Especialista de Estratégias de Negócio na cooperativa Agrária, responsável pelos negócios Malte e Óleo e Farelo.
Sandro José da Motta

Sandro José da Motta

Graduação em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (2007). Graduação em Bacharel em Direito pela Faculdade Campo Real (2015). Tem experiência na área de Contabilidade, com ênfase em Contabilidade, Direito tributário e societário e Administração de empresas.
Vilmar Schüssler

Vilmar Schüssler

Graduado em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal do Paraná (2002). Mestre Cervejeiro [Diplom-Braumeister] pela Universidade Técnica de Munique (TUM) - Weihenstephan, Alemanha, (2007). Começou os trabalhos na Agrária em 2002, atuando como Trainee, Malteiro, Coordenador Comercial, Coordenador Industrial e atualmente atua como Engenheiro de Processos. Docente no SENAI e ICB, nas disciplinas de Tecnologia de Malteação.

PARCEIROS:

Agraria
Zfa
schulen
upl
Suabios
Goethe
basf
Bayer
wda
Av. Michael Moor, 2097
Entre Rios - Guarapuava/PR

(42) 3625-8356

Horário de Atendimento

Segunda a Sexta-feira:
Manhã: 7h30 às 12h
Tarde: 13h às 17h30

Aos sábados: 8h às 12h
Av. Michael Moor, 2097 Entre Rios - Guarapuava Paraná

(42) 3625-8356

Portal da Privacidade
Desenvolvido por BRSIS